Você sabe o que é gestão em saúde?

Muitas vezes os termos gestão e administração são colocados como sinônimos. Mas, para entender de fato o que é gestão em saúde é preciso ir mais além. Diretamente relacionada à administração hospitalar, a gerência envolve questões logísticas e políticas.

Gerir é o ato de governar pessoas e instituições. Portanto, refere-se à capacidade de direcionar os colaboradores à missão organizacional. Para os serviços de saúde é proposta uma atenção gerenciada (managed care), que visa diminuir os custos e aumentar a eficácia do trabalho.

Desse modo, é retirado do profissional, especialmente dos médicos, a responsabilidade das decisões no desenvolvimento da atividade clínica. Depois de minuciosas análises e protocolos, quem passa a ter o dever de controlar e determinar procedimentos é o gestor.

A Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) incentiva a produção de conhecimento na área. A entidade exerce papel fundamental na melhoria dos serviços de saúde, pela transferência de tecnologias produzidas pelos países membros e difusão de informações.

Todo esse esforço pode ser direcionado à gestão. Com o suporte oferecido pela OPAS é possível estabelecer metas realistas e criar iniciativas sanitárias multilaterais.

Como se formam os gestores da saúde?

Historicamente, a formação de gestores de hospitais foi marcada por disciplinas lógicas dos campos da economia e administração de empresas.

Nos últimos anos há uma tendência de incorporar novos campos na formação da gestão em saúde. Buscando a ampliação e democratização dos processos, discute-se a importância da coordenação participativa.

Além disso, outras matérias foram incorporadas ao curso. Dentre elas destacam-se:

  • Antropologia e Saúde;  
  • Bioestatística;
  • Política de Saúde;
  • Bioética;
  • Economia e Administração Financeira em saúde;
  • Gestão da Atenção à Saúde;
  • Gestão Pública e Privada;
  • Saúde do Trabalhador;
  • Vigilância em Saúde.

Além disso, existe a Avaliação de Tecnologias em Saúde, método usado para qualificar as inovações propostas para o segmento.

A avaliação aponta as consequências, a curto e longo prazo, da adoção de determinado procedimento. Isso engloba aspectos econômicos e administrativos e otimiza, ao mesmo tempo, recursos financeiros e humanos.

O que faz um gestor de saúde?

O papel da gestão dentro do setor de saúde é fazer com que todo o processo funcione de forma eficaz e completa. Isso pode ser aplicado em diversas vertentes e assumir novas aplicações de acordo com a área de atuação do profissional.

Dentro de uma instituição o gestor precisa assegurar que todos os colaboradores sejam competentes e que os equipamentos estejam funcionando. A atenção ao paciente também merece destaque, sendo necessário aplicar normas de humanização. Tudo isso, sem deixar de lado questões financeiras.

Outra opção de trabalho para gestores é a colocação no desenvolvimento de pesquisas. Aqui ele pode supervisionar projetos de universidades ou do governo, liderando todos os recursos.

Já aqueles que optam por desempenhar a função de consultor de saúde, devem ter um conhecimento sólido nas áreas administrativas e estratégicas. Assim, eles poderão auxiliar as instituições a identificar problemas e crescer.

Como a tecnologia auxilia a gestão?

A saúde e a tecnologia podem ser grandes aliadas. Para isso, é necessário abrir mão de antigos conceitos e dar espaço às inovações. Um exemplo disso é a adoção de um software de gestão, que melhora a rotina da instituição e realiza a ambientação virtual.

Uma boa possibilidade é contratar softwares que integram e personalizam o atendimento nos centros clínicos. Essas ferramentas possibilitam a criação de plataformas de agendamento online, organizam recursos e reúnem dados em um só local.

Com isso, o trabalho do gestor se torna mais eficiente, permitindo a redução de gastos, desperdício, glosas e tempo. É preciso pesquisar quais inovações melhor se adaptam às rotinas da instituição e usá-las para progredir.

A complexidade dos sistemas e serviços de saúde é um fato inegável. Seja pelo trabalho em si ou pelas exigências de uma boa gestão, o profissional tem a responsabilidade de oferecer bons serviços e alcançar resultados de qualidade.

Em resumo, conhecer as métricas fundamentais da gestão hospitalar é o primeiro passo para entender o que é gestão em saúde. Assim é possível construir modelos aplicáveis e replicáveis para alcançar o sucesso nas instituições.

Gostou? Compartilhe este artigo com seus colegas.

A Nuria é pioneira em sistemas de agendamento online e especialista em interoperabilidade no setor da saúde.

Nuria © 2012-2023
Feito com ❤️ em Belo Horizonte

Nuria © 2012-2023         Feito com ❤️ em Belo Horizonte

Fale com nosso time de especialistas e veja como podemos impulsionar seu negócio.